FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO

Doutrinas bíblicas para a igreja, se avançar for o que ela deseja


O que falarei, nesta matéria, não é com a intenção de agredir a Igreja, mas tão-somente de dizer algumas verdades, geralmente desconhecidas do público.

Com a renúncia de Bento XVI e o Papa Francisco, parece que a Igreja começou a viver um grande momento que vai adaptá-la à mentalidade do Terceiro Milênio, saindo da mesmice que a deixou parada no tempo e no espaço durante séculos.

Os profissionais da mídia, com exceção de uma minoria, desconhecem a história dos concílios e da instituição das doutrinas dogmáticas polêmicas cristãs, que não têm fundamento bíblico e que nunca mais deixaram o cristianismo viver em paz. E assim, por ignorarem essas questões doutrinárias, eles não as abordam, quando elas é que são o maior problema da Igreja, às quais se devem as divisões dos cristãos.

O Maior dos mestres nos comparou com árvores. “Conhece-se a árvore pelos seus frutos.” E João Paulo II, numa de suas vindas ao Brasil, disse esta frase: “É preciso sacudir a árvore para os frutos podres poderem cair.” (Isadino José dos Santos, “Em Busca da Fé”, página 66, Ed. Mundo Maior, Guarulhos, SP, 2010). Juntemos essa sua frase à de Bento XVI: “Há hipocrisia na Igreja.” E a essas duas frases acrescentemos o apelo do Papa Francisco aos cardeais do conclave que o elegeram papa: “Não se desanimem.”

A árvore de João Paulo II com frutos podres simboliza a Igreja com erros, que são os católicos hipócritas de Bento XVI. E a podridão e a hipocrisia dentro da Igreja envolvendo, inclusive, elementos da sua própria hierarquia, provocam certo desânimo na Igreja, daí a fala de Francisco aos cardeais: “Não sejam pessimistas, não se desanimem!”

Mas a podridão, a hipocrisia e o desânimo da Igreja não são apenas as questões de pedofilia de uma minoria do clero, de justiça social, do casamento de divorciados, dos anticoncepcionais etc. Há também as questões doutrinárias acima mencionadas, sobre as quais há um silêncio total, por um lado, dos profissionais da mídia desconhecedores do assunto, e de outro, dos que o conhecem, que é o caso das autoridades e dos teólogos católicos, mas que ficam em silêncio, pois é perigosa para eles a abordagem em público dessas questões teológicas polêmicas seculares, guardadas a sete chaves e bem longe dos fiéis leigos. E ainda há também os teólogos não católicos que, igualmente, não falam nada sobre o assunto, porque cuidam de ter um bom relacionamento com a Igreja.

Essas questões ocultas e esotéricas da Igreja, por exemplo: alguns dogmas, é que são os seus cruciais problemas e que têm contribuído muito com a frieza da fé das pessoas católicas mais cultas e até de autoridades eclesiásticas, frieza essa que as leva a praticarem até ações imorais graves e criminosas.

Ou a Igreja, pois, se adapta doutrinariamente aos textos bíblicos verdadeiros e à mentalidade do mundo de hoje, ou ela não avançará, pelo contrário, continuará em declínio. Como disse o cardeal dom Cláudio Hummes, do jeito que está, a Igreja não funciona mais!


Na Rede Mundo Maior, por parabólica, ou pelo www.redemundomaior.com.br (clicar a janela “Ao vivo”): “Presença Espírita na Bíblia”, com Celina e este colunista, nas quintas-feiras, às 20h, e aos domingos, às 23h. Para suas perguntas e sugestões: penb@redemundomaior.com.br E, na Rede TV, aos domingos, às 16h15 e nas madrugadas, o “Transição”. Em junho próximo, viaje com o padre José Cândido pela Europa: Lúcio (31) 3075-6921.

Obs.: Esta coluna, de José Reis Chaves, às segundas-feiras, no diário de Belo Horizonte, O TEMPO, pode ser lida também no site www.otempo.com.br Clicar “TODAS AS COLUNAS”.

Podem ser feitos comentários abaixo da coluna. Ela está liberada para publicações. Ficarei grato pela citação nelas de meus livros: “A Face Oculta das Religiões”, Ed. EBM (SP), “O Espiritismo Segundo a Bíblia”, Editora e Distribuidora de Livros Espíritas Chico Xavier, Santa Luzia (MG), “A Reencarnação na Bíblia e na Ciência” Ed. EBM (SP) e “A Bíblia e o Espiritismo”, Ed. Espaço Literarium, Belo Horizonte (MG) – www.literarium.com.br - e meu e-mail: jreischaves@gmail.com Os livros de José Reis Chaves podem ser adquiridos também pelo e-mail: contato@editorachicoxavier.com.br e o telefone: 0800-283-7147.

Outros colunistas de O TEMPO: Miriam Leitão, Vittorio Medioli, Arnaldo Jabor, Dora Kramer, Laura Medioli, João Batista Libânio (teólogo Jesuíta), Elio Gaspari, Xico Sá, Luiz Carlos Bernardes, Torquato (USP), Luiz Aureliano, Gilda de Castro, Manoel Lobato, Murilo Badaró (Presidente da Academia Mineira de Letras), Robson Damasceno Reis, Cônego José Geraldo Vidigal de Carvalho, Teodomiro Braga, Ana Elizabeth Diniz, Trigueirinho, Leonardo Boff, José Dirceu (ex-ministro do Lula), Tostão, Paul Krugman (Colunista do “The New York Times” e Prêmio Nobel de Economia em 2008) e outros.

José Medrado - Editorial

Cristina Barude - Psicografia

Eventos

Auxílio Espírita

Colunistas

Artigos relacionados

Gentileza sem cor - 26/11/18

Marisa Montes em sua música, Gentileza, inicia dizendo que “Apagaram tudo//...
Leia Mais

Ode ao Amor - Psicografada em 22/11/18

Que os corações de boa vontade ajudem a florir o mundo com o perfume do amo...
Leia Mais

Mergulho nas profundezas de si mesmo - Psicografada em 25/10/18

O encontro consigo mesmo é uma das maiores e mais fascinantes aventuras! Co...
Leia Mais

Massa de manobra - 04/06/18

Nesta manhã de segunda-feira (4), lendo aqui no BNews a manifestação de Líd...
Leia Mais