FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO

125 - A beleza transitória da matéria passa depressa


A beleza transitória da matéria passa depressa. Procure sondar a beleza interna das pessoas com quem convive. Há flores belíssimas e perfumadas, que só duram poucas horas. No entanto, apesar de feias, as pedras duram milênios, realizando suas tarefas. Não seja, pois, leviano. Não prefira o efêmero ao eterno, a beleza à Sabedoria. Firme-se no que dura para sempre, que é o Espírito Imortal, nosso verdadeiro EU, e não no que cedo desaparece.


Minutos de Sabedoria

Carlos Torres Pastorino

José Medrado - Editorial

Cristina Barude - Psicografia

Eventos

Auxílio Espírita

Colunistas

Artigos relacionados

Mergulho nas profundezas de si mesmo - Psicografada em 25/10/18

O encontro consigo mesmo é uma das maiores e mais fascinantes aventuras! Co...
Leia Mais

Gentileza sem cor - 26/11/18

Marisa Montes em sua música, Gentileza, inicia dizendo que “Apagaram tudo//...
Leia Mais

Outrora, ser Papa era uma satisfação, hoje, pode ser uma aflição!

No passado, ser papa era bem mais fácil do que hoje. Isso porque as pessoas...
Leia Mais

A ressurreição bíblica em outro corpo é a prova da reencarnação - 08/05/17

Quem lê essa coluna e meus livros sabe que eu procuro conciliar o espiritis...
Leia Mais