FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO

Cara-de-pau, mas lustrosa.

Que os políticos, em sua maioria, guardam uma tremenda cara- de- pau, já sabemos, mas já estão vazando as raias do ridículo e indo para o dantesco. Recentemente, no Sudeste e, agora, por aqui, as chuvas têm posto muita gente para chorar. Aí vemos, pela mídia, políticos e gestores públicos dizererem, por exemplo, que os problemas dos deslizamentos

são as ocupações irregulares de terrenos e construções de casas sem observância de normas técnicas. Sim, e daí? A função desses senhores não é, também, a de impedir que isso aconteça? Não é a de gerenciar o Estado, o município para os quais foram eleitos? Mas o controle dessa situação poderá gerar desagrado aos milhares de eleitores e, possivelmente, “atrapalhar” os projetos políticos dessa gente. A filosofia é do ficar bem com todos, a fim de que se lembrem do seu votinho. As vidas em risco são detalhes, vamos deixar ver o que acontece.

Segundo dados da Secretaria Nacional de Defesa Civil, em 2009, mais de 1,2 milhão de pessoas foram atingidas por catástrofes naturais; 292.608 pessoas desalojadas; 134.278 desabrigadas e 56 óbitos em 12 estados. Este ano, já temos mais 300 vítimas fatais. Já passou da hora de desmistificar a ideia de que, no Brasil, não existem tais problemas. Ainda em 2009, milhares de pessoas dos estados do Nordeste e do Norte passaram por situações semelhantes, quando 485 municípios foram atingidos pelas consequências da chuva e, é claro, pela leniência do poder público, em não implementar políticas de prevenção de desastres. É um tal de só construir contenção de encostas, ainda que necessárias, mas, e o trabalho sério de drenagem, infraestrutura onde fica?

É preciso haver mais compromisso com a miséria, a dor que essa gente passa.

Secretarias como a Sedes, Estado, e Setad, município, precisam estar mais atentas às necessidades dessa gente sofrida.

É muito triste ver e saber que, a cada dia mais, a vergonha está se perdendo no comportamento dos administradores públicos, pois não mais apenas insculpem as caras-de-pau, agora, também, as lustram com a indignação de todos.

José Medrado
Líder Espírita
Fundador da Cidade da Luz

José Medrado - Editorial

Cristina Barude - Psicografia

Eventos

Auxílio Espírita

Colunistas

Artigos relacionados

Ainda no espiritismo os agêneres com as suas variantes congêneres

Leave review
Por causa de dúvidas sobre os agêneres entre leitores desta coluna de O TEM...
Leia mais

Liberdade! Liberdade! Abre as asas sobre nós - 23/07/18

Leave review
Entendo que arte é tudo aquilo que nasce da livre manifestação da criação h...
Leia mais

Cultivo do Ódio - 10/09/2018

Leave review
A psicologia social afirma que o ódio está para os seres humanos, da mesma ...
Leia mais

Ainda sobre o casamento gay - 13/05/19

Leave review
Há quase uma semana aqui, o BNew divulgou uma notícia: Pastor evangélico ce...
Leia mais