FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO

Confiemos Sempre


Espírito: A. F.

Médium: Maria Sílvia

Psicografado: Em 14/08/2013 - Associação Espírita Pão e Luz - Camaçari - Bahia.


Confiemos Sempre


É preciso à criatura humana emergir de si mesma em busca da serenidade pacificadora. Pensamentos voltados ao alto no objetivo de cometimentos nobres e atitudes salutares. Todo o processo de cura existe dentro da própria criatura, que perdida em vacilações tais, não desenvolve em si mecanismos de saúde espiritual que irá atuar nas próprias células biológicas que revestem o corpo perispiritual.


Há dentro do ser a chama divina que o eleva a níveis transcendentais, e lhes dá a condição de atuar sobre a couraça física, reformulando condicionamentos doentios e processos desestimulantes da esperança e do convívio salutar com o universo biológico ao qual está agregado célula a célula. O processo reencarnatório requer esforço continuo e perseverança para atingir os objetivos colimados pela criatura humana. Crer no que se pode conceber com as próprias forças é imprescindível, sem contudo deixar-se segregar pela incúria e pelo auto convencimento, tão pernicioso a todo o ser.


Precatar-se do sentimento egóico de ser o dono das verdades e volver à todos o direito de poder agir conforme as próprias convicções. É preciso respeitarmos a lei que rege o embório universal dos sentimentos humanos. Lembremos que o Cristo de Deus apenas dizia: vai e não peques mais. Mas, as criaturas ainda se encontram distantes das verdades divinas que regem o cosmo de cada ser. No entanto é preciso buscar continuamente emergir-se de si mesmo, das limitações psicológicas que acabam por desencadear processos biológicos que nos atingem o tônus vital. A ansiedade pede controle e vigilância para que o campo biológico ao qual estamos unidos não lhes sofra a contingência perniciosa. Na busca das soluções é preciso calma e confiança, verdadeiras forças propulsoras do estímulo e do otimismo que deve vigí dentro da criatura de Deus.


Veiculando ações de otimismo e perseverança estaremos abrindo portas às manifestações de Deus através de sinais perceptíveis a cada um. Lembremo-nos que aquilo que nos parece o fim poderá significar o início de um novo caminho, mais calmo e promissor. É necessário confiar nas próprias atitudes e desejos interiores se são voltados ao bem e ao crescimento. Chegamos aqui no processo de extrema humildade, com o corpo nú, no entanto repleto de planos e de energias amorosas do criador da vida. Confiemos sempre, pois tutelados por aquele que é o Caminho a Verdade e a Vida, aqui estamos em estágio transitório, trazendo dentro de nós o gérmen da vida e do amor.


A. F.
14/08/2013

José Medrado - Editorial

Cristina Barude - Psicografia

Eventos

Auxílio Espírita

Colunistas

Artigos relacionados

Mergulho nas profundezas de si mesmo - Psicografada em 25/10/18

O encontro consigo mesmo é uma das maiores e mais fascinantes aventuras! Co...
Leia Mais

Cultivo do Ódio - 10/09/2018

A psicologia social afirma que o ódio está para os seres humanos, da mesma ...
Leia Mais

Gentileza sem cor - 26/11/18

Marisa Montes em sua música, Gentileza, inicia dizendo que “Apagaram tudo//...
Leia Mais

A ressurreição bíblica em outro corpo é a prova da reencarnação - 08/05/17

Quem lê essa coluna e meus livros sabe que eu procuro conciliar o espiritis...
Leia Mais