FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO

Te encontrei Senhor


Espírito: Amadeu Bueno

Médium: Maria Sílvia

Psicografado: Em 14/08/2013 - Associação Espírita Pão e Luz - Camaçari - Bahia.


Te encontrei Senhor


Um dia despertei e encontrei um ser sofrido e amargo. A consciência, esta soberana juíza, detinha-se a acusar-me de delitos tenebrosos do qual buscava esquivar-me aos tropeços.


Mas, vigilante e pertinaz a sua toga negra me perseguia e me arrastava para o espelho da verdade. E eu me consumia buscando fechar os olhos na tentativa vã de enganar a mim mesmo.


Via-me então a correr como louco na escuridão que se constituía em companheira. Solucei muitas vezes pedindo clemência àquela que me acusava cruelmente. Como fugir dela? Como enganá-la e fugir à sua presença que me consumia e me aniquilava? Já não tinhas forças para me esconder, não havia lugar em que ela não se encontrasse! Então vencido, fraco e derrotado eu lhe perguntei; Que queres de mim tirana cruel? Que esperas que eu faça a não ser dar-me por vencido à tua força e ao teu poder. Ajoelhei naquele lugar úmido e frio e o tribunal de minha consciência então deliberou!


Era o fim, entregara os pontos, já não cabia mais a mim fugir. Extinguia-me em tristeza tal, que cabisbaixo, envolvido nas amarras da juíza pertinaz, eu pedi: Quero dormir, quero descansar, pois já não sei onde me encontro e a vontade que tenho é de esquecer de mim mesmo, para não mais sentir-te a presença. Lembrei-me então daquele domingo em baixo das laranjeiras do quintal, as árvores frondosas e o cheirinho das mangas amadurecidas que não resistindo ao tempo, caíram e misturavam-se às folhas marrons e verdes. Sentia novamente aquele cheiro gostoso e parecia que aquela aragem envolvia os meus cabelos esmaecidos e maltratados. Senti o cheiro da Terra, da mãe generosa e farta, e nos braços dela adormeci sentindo o seu calor que me acolhia e me aceitava.


Hoje desperto, encaro na juíza que me acompanha a amiga e conselheira. Mais consciente do quanto recebi e do quanto devo, quero agradecer-te Senhor, por não ter desistido de mim, o filho ingrato e alheio.


Amadeu Bueno
14/08/2013

José Medrado - Editorial

Cristina Barude - Psicografia

Eventos

Auxílio Espírita

Colunistas

Artigos relacionados

Mergulho nas profundezas de si mesmo - Psicografada em 25/10/18

O encontro consigo mesmo é uma das maiores e mais fascinantes aventuras! Co...
Leia Mais

A ressurreição bíblica em outro corpo é a prova da reencarnação - 08/05/17

Quem lê essa coluna e meus livros sabe que eu procuro conciliar o espiritis...
Leia Mais

Cultivo do Ódio - 10/09/2018

A psicologia social afirma que o ódio está para os seres humanos, da mesma ...
Leia Mais

Gentileza sem cor - 26/11/18

Marisa Montes em sua música, Gentileza, inicia dizendo que “Apagaram tudo//...
Leia Mais